Terça, 17 de Maio de 2022
Opinião Coluna

Coluna | Atenção, Canaã dos Carajás! Precisamos conversar sobre eleições legislativas

Kleysykennyson: Vamos esquecer, nem que seja por um momento, nossas diferenças políticas e pensar no bem comum: precisamos de um deputado estadual daqui. E, pela primeira vez, temos a chance de ter um

26/01/2022 às 18h48
Por: Gazeta Carajás
Compartilhe:
Coluna | Atenção, Canaã dos Carajás! Precisamos conversar sobre eleições legislativas

Não resta dúvidas de que as eleições legislativas são as mais importantes. É na Alepa, na Câmara Nacional dos Deputados e no Senado Federal que a política verdadeira acontece. Helder Barbalho, por exemplo, não conseguiria executar ações como governador sem o aval dos deputados paraenses. A Assembleia Legislativa do Pará é a grande responsável por aprovar leis, projetos, fiscalizar o executivo... A lista de atribuições é grande. Não há poder executivo atuante e competente sem deputados compromissados com o trabalho.

Em 2022, mais uma vez, paraenses vão precisar escolher novos representantes. Serão 41 deputados estaduais, 17 deputados federais, um senador, um governador, um presidente. Tarefa difícil. Com o foco voltado para a polarização entre Lula e Bolsonaro, as eleições legislativas tendem a passar despercebidas e é aí que o problema acontece: maus deputados são eleitos, sendo que bons deputados e senadores podem contribuir para colocar o Brasil e o Pará nos eixos.

Canaã dos Carajás, pela primeira vez em sua história, tem a chance de eleger um deputado local: trata-se de Jeová Andrade, maior personagem político da história da Terra Prometida. Confirmado na corrida eleitoral, Jeová precisa de 40 mil votos para ser representante canaense na Alepa. Que seja 50 mil, para ficar mais folgado. Dá pra fazer!

50 mil votos para um dos gestores com maior aprovação popular do Pará me parece uma meta perfeitamente alcançável. Só Canaã já tem 40 mil eleitores e Jeová tem eleitores em várias cidades pequenas da região, e ainda pode contar com votos em Marabá, Novo Repartimento, Parauapebas.

É possível. O apoio de outras cidades é fundamental e Jeová costura bem essa política intermunicipal.

No entanto, é preciso ter ciência de que Canaã está no centro de tudo. O município precisa de unidade. Pelo menos uma vez na vida, os 40 mil eleitores canaenses precisam deixar de lado as diferenças políticas, as intrigas por poder e pensar no bem comum: Canaã precisa e tem condições de ter um deputado. E entenda bem: não é um deputado para lutar por emendas parlamentares. É um representante para brigar por projetos que sejam de interesse para a região - como a revogação da Lei Kandir, por exemplo, que melhoraria muito a arrecadação de ICMS em Canaã.

Jeová, pioneiro na região, sabe das necessidades do município. O ex-prefeito conhece como poucos essa terra e sabe da importância de lutar por obras como a Transcarajás, bem como batalhar no cenário paraense pela independência econômica da Terra Prometida. São causas que um deputado pode contribuir muito, se quiser.

Há ainda o óbvio: dos 41 deputados da atual legislatura, somente cinco representam o sul e sudeste do estado, o que enfraquece a região em muitos aspectos políticos. As chances são reais com Jeová e é preciso trabalhar em conjunto para que a vitória venha nas urnas.

E é preciso dizer também que, até mesmo os poucos que não aprovam o currículo de Jeová, reconhecem que ele ama Canaã. E só isso já é um predicado e tanto na hora de escolher um representante.

Portanto, antes de começar a brigar por Lula ou Bolsonaro, Helder ou Zequinha, pense nas eleições legislativas. Pense em quem vai levar Canaã no coração para a Alepa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias