Sábado, 29 de Janeiro de 2022
Polícia Polícia em 2021

Canaã dos Carajás: Pelo menos 10 bandidos levaram chumbo e morreram em 2021

Polícias Civil e Militar tiveram ano duro e enfrentaram valentões que não queriam aceitar a cadeia. O resultado? Bandidos levaram a pior em todos os casos e nenhum policial morreu

20/12/2021 às 12h03
Por: Gazeta Carajás
Compartilhe:
Canaã dos Carajás: Pelo menos 10 bandidos levaram chumbo e morreram em 2021

O ano foi de bastante trabalho para as autoridades policiais de Canaã dos Carajás. Os mais diversos crimes foram registrados na Terra Prometida, desde furtos simples e qualificados, passando por assaltos, tráfico de drogas, homicídios e estupros. A bandidagem pareceu aproveitar o ano em que Canaã começou a retomada econômica após a pandemia para espalhar maldade no município.

Muitos destes bandidos, no entanto, não quiseram aceitar as intervenções policiais, se recusarem a ir em cana e abriram fogo contra as autoridades locais. E aí não deu outra! Em 100% dos casos, os bandidos levaram a pior, tomaram chumbo quente e nunca mais farão mal a ninguém. Vale destacar que não houve baixas entre os policiais militares e civis.

Canaã registrou, em 2021, pelo menos 10 mortes de bandidos em confronto com as polícias Civil e Militar. Relembre abaixo alguns destes casos.

Em 4 de março, o jovem Carlos Augusto Vieira, de 21 anos, abriu fogo contra a PM e acabou levando a pior no confronto mortal. A mãe de Carlos foi a pessoa que o denunciou para a Polícia Militar. Segundo informações, ele estava drogado e ao se ver cercado, apontou uma arma de fabricação caseira para os policiais, que foram obrigados a reagir. Ele ainda foi socorrido e levado ao Hospital, mas não resistiu.

No dia 12 de março, a PM precisou reagir em mais uma intervenção. Desta vez, dois bandidos entraram em confronto com a PM no bairro Paraíso das Águas. De acordo com a própria PM, eles faziam arrastões no município e foram denunciados pelas vítimas.

No dia 30 de abril, o traficante "Negão do Pânico" foi abatido por um investigador da Polícia Civil. Murilo Alves dos Santos estava em uma "boca de fumo" nas proximidades da antiga rodoviária de vans quando recebeu ordem de prisão, descumpriu, sacou a arma e levou a pior.

Em 31 de maio, um homem de 23 anos morreu ao confrontar a PM de Canaã. Francisco da Conceição Lira estava armado com um revólver calibre 38, atirou contra a guarnição e levou a pior.

No dia 17 de maio, Welton Silva de Souza, de 25 anos, o Manchinha, morreu durante uma intervenção policial no bairro Nova Canaã (Rotatória do S11D)

No dia 17 de julho, um garoto de 17 anos fez uma família refém para roubar. A PM foi acionada e, ao chegar no local, foi recebida a tiros pelo jovem. O caso aconteceu no bairro João Pintinho.

Em 23 de setembro, Mauri Freire de Souza assaltou uma casa na zona rural de Canaã, levou celulares, dinheiro e uma motocicleta. Acionada, a PM entrou em ação e achou Mauri perto do local do crime. Não quis ser preso, atirou e teve o CPF cancelado. 

No dia 22 de novembro, a PM encerrou a carreira do traficante Wemerson dos Santos Conceição, o Bebezão. O caso aconteceu no bairro Novo Horizonte em uma casa que era utilizada para venda de drogas.

Em 29 de novembro, foi a vez do "Cabeção" passar dessa para uma pior. Fernando Alvez Miranda morreu nas proximidades da rotatória do S11d, quando reagiu a uma intervenção policial

 

 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias