Sábado, 29 de Janeiro de 2022
Opinião Coluna

COLUNA | Quem não quer vacinar, não vai descer pro play!

Kleysykennyson: Helder determinou a exigência do comprovante de vacinação no dia a dia e está correto! Quem não quer colaborar com o pacto coletivo, não tem condições de viver em sociedade

03/12/2021 às 20h31
Por: Kleysykennyson Carneiro
Compartilhe:
COLUNA | Quem não quer vacinar, não vai descer pro play!

O governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou nesta sexta-feira (3) novas medidas de combate à Covid-19 em todo o estado. A partir da próxima segunda (6), todas as medidas de restrição do número de pessoas em eventos estão suspensas - sim, fica liberado 100% da capacidade em shows, por exemplo. Isso é importante em muitos aspectos, principalmente do ponto de vista econômico.

Em contrapartida, eis aí o pulo do gato, todo mundo que quer frequentar estes espaços vai precisar estar vacinado com as duas doses da vacina contra Covid-19. O comprovante de vacinação será exigido e autoridades municipais e estaduais terão o poder de fiscalizar e até multar pessoas e estabelecimentos que descumprirem as determinações estaduais. Convenhamos: já era hora dessa exigência ser feita em todo o Pará. Ainda mais quando se leva em conta o fato de que 400 mil doses podem vencer a qualquer momento pela baixa procura de quem tem direito a elas.

Outra importante decisão do governador é a não recomendação das festas de réveillon em cidades com menos de 70% de pessoas vacinadas com as duas doses do imunizante. Canaã, por exemplo, tem hoje 53% da população imunizada e precisa vacinar 7 mil pessoas até dia 31 para poder realizar a festa da virada com a benção de Heldinho. Será que dá pra chegar lá? Acho que sim.

Como explicou o governador, a medida visa privilegiar quem vacinou e incentivar mais pessoas a fazer o mesmo. Isso, sem sombra de dúvidas, vai fazer com que os números de combate à Covid melhorem ainda mais num curto espaço de tempo - e isso é fundamental para conter o avanço ou mesmo o surgimento de novas cepas.

Os trogloditas, ignorantes ou fanáticos que se recusaram a receber a dose de esperança já estão chiando contra a decisão do gestor estadual de exigir o comprovante de vacinação para todos que frequentam eventos, o que é curioso. Quem não adere ao pacto coletivo para salvar vidas, não tem condições de viver em sociedade. Inclusive, o mundo é bem grande - fica a dica.

Acredito que demos um passo importante hoje para evoluir enquanto sociedade. A exigência da vacina vai incentivar mais gente a se imunizar e aí dá até pra sonhar com dias melhores, dias de retomada econômica. Nós vamos chegar lá e não vai ser essa gente imbecil que vai prejudicar a vida de todos.

Na minha opinião, Helder tomou uma decisão acertada,visto que a pandemia não acabou e tempos difíceis exigem decisões impopulares. Sempre foi assim e sempre será. Não adianta ficar com raiva do governador agora. O certo é cumprir as determinações, vencer a Covid, voltar ao normal sem esquecer das pessoas que perdemos e do longo caminho que percorremos.

Depois, quando tudo isso acabar, tá liberado odiar o Heldinho pelos motivos certos de sempre.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias