Sexta, 03 de Dezembro de 2021
Opinião Coluna

Coluna | 2022: Piçarra com deputado e Canaã dos Carajás não! Já pensou?

Com população 6 vezes maior e receita 50 vezes maior que Piçarra, Canaã pode seguir sem representantes na Alepa. O recuo de Jeová pode ter posto fim a um sonho

22/11/2021 às 21h14 Atualizada em 23/11/2021 às 22h38
Por: Kleysykennyson Carneiro
Compartilhe:
Coluna | 2022: Piçarra com deputado e Canaã dos Carajás não! Já pensou?

O sonho de ter um deputado canaense na Assembleia Legislativa do Pará ou mesmo no Congresso Nacional deve ser adiado mais uma vez. Após Jeová Andrade, recordista em aprovação popular, ter recuado por motivos de saúde, Canaã dos Carajás fica carente de líderes com potencial para chegar a um dos parlamentos. No entanto, há rumores de que Wagne Machado, atual presidente da Federação das Associações de Municípios do Estado do Para (Famep) e ex-prefeito de Piçarra, deve ser candidato ao parlamento estadual - há quem cogite até que ele tenha fôlego para concorrer ao parlamento federal.

Pessoalmente, me incomoda o fato de que Wagne, grande líder político de Piçarra, tenha mais chances de ser eleito deputado do que qualquer outro canaense. Isso não é uma crítica pessoal a Wagne, pelo contrário, é surpreendente o crescimento político de um homem vindo de uma cidade relativamente pequena.

Se comparada a Canaã, por exemplo, Piçarra é seis vezes menor do ponto de vista populacional. Do ponto de vista econômico, a comparação chega até a ser injusta - Canaã é quase 50 vezes maior, considerando o orçamento previsto para 2022. Sendo Canaã muito maior e muito mais rica, onde está a explicação para o não surgimento de lideranças políticas com força para ganhar uma vaga pelo menos na Alepa?

Fora Jeová, nenhum outro líder local teria a capacidade de unir a maior parte dos 40 mil eleitores locais. Não consigo pensar em nenhum outro que tenha a capacidade de despertar na população o senso de comunidade, o senso de que é preciso ter representantes legítimos da nossa terra lutando por nós em esferas maiores.

Em 2022, nos veremos diante de escolhas que serão cruciais no nosso futuro - e não se engane: as eleição mais importante não é a de presidente, mas sim a dos parlamentares. Honestamente, me sentiria muito mais representado por um líder daqui no congresso e Wagne, por  mais correto e coerente que seja, não me parece ser o homem certo para lutar pelos interesses de Canaã.

E isso não quer dizer que eu não o considere um bom candidato ou mesmo um bom representante da região de Carajás. Pelo contrário, entendo que ele é um líder que torna a região mais forte. A meu ver, no entanto, Canaã precisa ter seus próprios líderes.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias