Sexta, 03 de Dezembro de 2021
Canaã dos Carajás Cultura

Tem show do Toni Garrido hoje (20) em Canaã dos Carajás!

Pela primeira vez em Canaã, vocalista do Cidade Negra vai trazer repertório de sucessos da música brasileira

20/11/2021 às 11h48
Por: Gazeta Carajás
Compartilhe:
Tem show do Toni Garrido hoje (20) em Canaã dos Carajás!

O cantor Toni Garrido se apresenta hoje (20) em Canaã dos Carajás. Vocalista do Cidade Negra, um dos mais importantes grupos da música brasileira, Toni deve trazer repertório de sucessos. O show marca o encerramento das atividades do Festival Literário e Artístico de Canaã dos Carajás (Flacc) e será realizado em alusão ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro.

Toni, que também é ator, é um dos mais renomados artistas brasileiros e vai se apresentar pela primeira vez no município de Canaã. O espetáculo está marcado para as 22h e será realizado no Espaço de Eventos da Prefeitura, localizado no bairro Ouro Preto, em frente à Escola Carmelo Mendes.

Sobre Toni Garrido

Antônio Bento da Silva Filho tem 54 anos de idade e 35 de carreira. Filho de Teresa Silva e Antônio Bento da Silva, é filho adotivo de Ofélia, possui ascendência de índios, caçula de três irmãs, sua mãe biológica trabalhava de empregada doméstica na casa de Ofélia Garrido, mulher que vendo às dificuldades de Teresa, acabou criando Toninho (Toni). A família "Garrido" pertencia a classe média de Copacabana, sua mãe adotiva, dona Ofélia o matriculou numa escola onde deu a oportunidade de Toni estudar e correr atrás de seus sonhos. Toni começou a tocar violão e cantar durante encontros de jovens na igreja, e devido à aceitação e liberdade para se expressar, descobriu que queria trabalhar com música. Toni iniciou no mundo da música como vocalista da extinta Banda Bel, onde chegou a emplacar o sucesso "Romário", também em homenagem ao artilheiro. Em 1994, durante o período em que o então vocalista do Cidade Negra, Rás Bernardo, saiu do grupo, foi convocado para substituí-lo. A partir de sua entrada, o Cidade encaminhou para um perfil melodicamente mais pop e de igual maneira dançante, mas sem fugir ao universo do reggae. Conclusão: fez do Cd "Sobre Todas as Forças" campeão de vendas, atingindo 800 000 cópias, estourando músicas como "Aonde Você Mora", "Pensamento" e "Doutor".

Toni continuou se destacando a frente do grupo Cidade Negra e no disco "O Erê", lançado em 1996, emplacou o Cd Duplo de Platina, onde o público descobriu pérolas como a música "Firmamento", "Realidade Virtual" e "O Erê". Dois anos depois foi lançado o CD Quanto Mais Curtido Melhor e Toni começou a se dedicar também ao cinema, sua segunda paixão. Já em 1999 atuou como ator no filme de Cacá Diegues, "Orfeu", além de ter cantado na trilha. Outra canção que, claro merece destaque é "Solteiro no Rio de Janeiro", da trilha sonora do filme "Como ser Solteiro", sua primeira aparição solo. Em 2000, foi à Europa para o lançamento de "Dubs", o primeiro lançado no Brasil, um acontecimento histórico na nossa música que, juntamente com o álbum "Hits", vendeu mais de 300 mil cópias. No ano de 2002, comemorando 15 anos de carreira, lançaram o Acústico MTV, com participação de Gilberto Gil na releitura de "Extra" tendo duas inéditas, "Berlim" e "Girassol". Além disso, apresentou ao lado de Angélica o programa Fama na Rede Globo. Após esse período, além de cantor, ator e apresentador, ele também trabalha para aventurar-se na direção de um filme. Em 2007 Toni Garrido foi convidado a participar do CD e DVD Roupacústico II do sexteto carioca Roupa Nova. Toni fez dueto com o Roupa Nova na canção Sensual dividindo os vocais com Ricardo Feghali. Em julho de 2008 Toni Garrido deixou o Cidade Negra para se dedicar à carreira solo, retornando a banda entre o final de 2010 e o início de 2011.

Em 2018, ao lado do baixista de Nando Reis, Felipe Cambraia e do saxofonista George Israel (ex-Kid Abelha) criou o grupo Black Carlos, que toca canções nos estilos funk e soul da dupla Roberto e Erasmo Carlos.[1][2]

No mesmo ano, Toni iniciou a turnê do espetáculo "Noites de Orfeu", que segundo ele é a realização de um desejo antigo de contar a história da amizade e parceria entre Tom Jobim e Vinicius de Moraes que se conheceram para criar o musical "Orfeu da Conceição" que deu Origem ao filme "Orfeu Negro" e que inspirou o diretor "Cacá Diegues" a produzir o filme "Orfeu" no qual Toni foi protagonista. Com esse espetáculo, Toni surpreende o público cantando clássicos da Bossa Nova e a canção emblemática tema do filme que encanta o público até hoje nas rádios, uma composição de "Caetano Veloso", a música "Sou Você".

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias