Sexta, 03 de Dezembro de 2021
Fenecan 2021 Negócios

Empreendedorismo feminino foi tema de live da Fenecan 2021

Um time de mulheres empreendedoras participou do bate papo

05/11/2021 às 18h22
Por: Gazeta Carajás
Compartilhe:
Empreendedorismo feminino foi tema de live da Fenecan 2021

A Fenecan apresenta em suas lives temas que interessam não só aos expositores cadastrados como ao público em geral e interessados em abrir seu próprio negócio. Como mais de 50% dos expositores da Fenecan são mulheres empreendedoras, o bate papo desta quinta-feira (04), foi Empreendedorismo Feminino, e contou com a participação de quatro representantes de peso no ramo: Ely Ribeiro, co-founder da Donadelas (projeto voltado para empreendedorismo feminino) ; Nigmui Yara Bandeira, agente de desenvolvimento da Sala do Empreendedor da Semdec; Claudene Brito, proprietária da Eco Canaã Bio Joias; Vanda Lúcia, proprietária da Vanllu Multimarcas; contando com a mediação de Vitória Ohana, jornalista e Especialista em Branding e Marketing.

Essa foi a oportunidade das convidadas compartilharem seus desafios, suas vitórias, além das lições aprendidas ao longo de suas trajetórias no mundo dos negócios.

Claudene Brito, que possui uma vasta experiência com a confecção de bio joias, tendo como base as sementes de açaí, entre outros elementos naturais, relatou que enfrentou muito preconceito e falta de estímulo quando resolveu iniciar como empreendedora.

“As pessoas achavam que eu não seria capaz de conciliar as diversas atividades do meu dia a dia. Mas você que é mulher deve acreditar que pode sim e com aquilo que você dispõe. Realize seus sonhos e empreenda de forma inovadora, com os recursos disponíveis, vencendo os preconceitos”, estimulou.

Nigmui Yara Bandeira, que atua na Sala do Empreendedor do município, onde o Micro Empreendedor Individual – MEI é o público mais atendido, informa que o espaço é local de aprendizado, onde se recebe o apoio e incentivo necessário para garantir o sucesso de seu negócio.

Ela garante que o fato de Canaã ter uma prefeita e uma secretária municipal de desenvolvimento econômico, despertou uma sensibilidade e atenção às mulheres empreendedoras que precisam deslanchar no mundo dos negócios.

Vanda Lúcia, que tem 18 anos de experiência como empresária, destacou o papel da Associação Comercial.  “A Aciacca oferece inúmeras oportunidades para as mulheres empreendedoras. Precisamos investir em qualificação, em buscar conhecimento e focar num único segmento, divulgar sua marca, trabalhar muito, e não desistir”, aconselha.

A participação de Ely Ribeiro no debate também foi fundamental pela experiência que ela acumula, ao longo de 20 anos como instrutora do Empretec, principal programa de formação de empreendedores no mundo, criado pela ONU, promovido em 40 países. No Brasil ele é coordenado pelo Sebrae.

Segundo Ely Ribeiro é indiscutível o crescente número de mulheres empreendedoras. “As mulheres empreendem mais que os homens. Temos uma procura muito grande de mulheres pelo seminário (Empretec) e , mais especificamente, quando vamos realizá-lo nos municípios do interior, é grande o número de mulheres interessadas em desenvolver seus negócios”, constata.

Texto: Rosa Borges

Fotos: Anayla Navegantes

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias