Sexta, 03 de Dezembro de 2021
Opinião Opinião

Qual a importância dos movimentos sociais e o que são eles?

Na história da humanidade, não há registro de avanços sem a luta de movimentos sociais. Períodos turbulentos, de insatisfação popular, tendem a mudar a história

08/09/2021 às 21h16
Por: Venuzia Fernandes
Compartilhe:
Qual a importância dos movimentos sociais e o que são eles?

Você sabe o que são os movimentos sociais?

Bom, primeiro, o direito a manifestação é garantido pelo artigo 5º da Constituição Federal de 1988. Nós brasileiros estamos há décadas de história realizando grandes feitos através de movimentos sociais. Quebrando tabus e reformulando conceitos que antes eram estigmatizados.

Segundo Maria da Gloria Marcondes Gohn, professora doutora aposentada da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em seu livro "Novas teorias dos movimentos sociais", Gohn relata que os movimentos sociais são as expressões da organização da sociedade civil. Agem de forma coletiva como resistência à exclusão e luta pela inclusão social. É nas ações destes que se apresentam as demandas sociais de determinadas classes sociais, materializando-se em atividades de manifestações como ocupações e passeatas em ruas, despertando uma sensibilização na consciência dos demais indivíduos, “ao realizar essas ações, projetam em seus participantes sentimentos de pertencimento social. Aqueles que eram excluídos passam a se sentir incluídos em algum tipo de ação de um grupo ativo” (GOHN, 2011, p. 336).

Os movimentos sociais podem ser do tipo conjuntural ou estrutural. Quando pessoas se reúnem para protestar pelo preço do combustível, temos o tipo de movimento conjuntural, por se tratar de uma demanda específica e que tem curto prazo. Em tratando-se do tipo estrutural, são em causas como: movimento contra o racismo, movimento feminista, movimento ecológico, movimento LGBTQIA+, por exemplo.

Vale ressaltar que manifestações espontâneas são diferentes de movimentos sociais. Em estádios de futebol, por exemplo, pessoas que não defendem os mesmos ideais podem participar juntos de uma manifestação desse grau.

Diferente das manifestações espontâneas, os movimentos sociais são fundamentais para conquistas coletivas de uma sociedade. Na história da humanidade, não há registro de avanços sem a luta de movimentos sociais. Pense na Revolução Francesa, na Revolução Industrial, na conquista da democracia, nos direitos femininos, etc. Cada avanço nasce da faísca social, do desejo ardente pela mudança.

Períodos turbulentos, de insatisfação popular, tendem a mudar a história. Podemos estar diante de uma mudança e só o tempo será capaz de dizer se será para melhor ou não.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias