Sábado, 26 de Novembro de 2022
Saúde Saúde

Saúde: Pré-Natal do Pai Parceiro começa a ser implantado em Marabá

Programa tem o objetivo fortalecer e efetivar a participação dos pais em todas as etapas da gravidez e de quebra ainda se torna uma estratégia eficaz para que o público masculino cuide da própria saúde

10/11/2022 às 17h24
Por: Redação
Compartilhe:
Saúde: Pré-Natal do Pai Parceiro começa a ser implantado em Marabá

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está com o Programa Pré-Natal do Pai Parceiro implantado na Unidade Básica de Saúde (UBS) Carlos Barreto, em Morada Nova, até o fim de novembro, como projeto piloto para as demais unidades de saúde do município. O programa tem por objetivo fortalecer e efetivar a participação dos pais em todas as etapas da gravidez e de quebra ainda se torna uma estratégia eficaz para que o público masculino cuide da própria saúde.

“O programa visa aproximar o homem do momento do parto que é de suma importância. Acompanhar o pré-natal da esposa ou da companheira dele, pois nem sempre o homem é casado com a mãe da criança. É um auxílio que nós temos para poder captar gestantes também. Muitas vezes algumas gestantes acabam tendo essa dificuldade em trazer o parceiro para fazer os testes rápidos de sífilis, HIV, hepatites. Isso traz para nós uma certa consequência em relação a esse cuidado. Porque ele precisa fazer o tratamento, se for diagnosticado”, ressalta Helane Moreira, coordenadora de programas da SMS.

Por enquanto, a UBS Carlos Barreto é a única com o programa implantado, mas a ideia da SMS é ampliar para as demais unidades de saúde, iniciando por aquelas com horário estendido (UBS Amadeu Vivácqua, UBS Enfermeira Zezinha, UBS Demósthenes Azevedo, UBS Hiroshi Matsuda e UBS Laranjeiras).

“No pré-natal são seis consultas que o programa Previne Brasil nos orienta, em relação a captação de recursos do Governo Federal. Às vezes, a gente pensa no Pré-Natal Pai Parceiro apenas quando a mulher está gestante, quando descobre a gestação. A gente faz esse trabalho previamente para ver a questão de compatibilidade sanguínea, por exemplo. Tudo isso trabalhamos no Pré-Natal Pai Parceiro. Tanto a questão dos testes rápidos como também a testagem e orientações em relação a esse cuidado do homem como um todo, dentro da coordenação saúde do homem do município”, comenta.

Para a efetiva implantação do programa em Marabá, os profissionais de saúde estão sendo treinados, mas os homens interessados em participar podem buscar maiores informações na UBS próxima de casa, mesmo que o programa ainda não tenha sido implantado, explica Helane.

“Eles já estão orientados sobre como fazer, explicar como funciona. O pai parceiro não precisa estar com a gestante. Basta identificar que é o pai ou o parceiro da paciente atendido na UBS e que quer fazer o pré-natal Pai Parceiro. Ele vai ter direito aos acompanhamentos, testes rápidos, alguns outros exames e consulta médica, depois com o enfermeiro”, explica.

 

Texto: Leydiane Silva

Fotos: Aline Nascimento e Arquivo Secom

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.