Sábado, 01 de Outubro de 2022
Mineração Mineração

Mineração deve passar por “revolução verde”

Mineradoras estão cada vez mais comprometidas com os aspectos ambientais e sociais

15/09/2022 às 19h03 Atualizada em 15/09/2022 às 19h08
Por: Redação
Compartilhe:
Mineração deve passar por “revolução verde”

A palestra “Economia Mineral” na Exposibram abordou as práticas de ESG para mostrar à sociedade que as mineradoras estão cada vez mais comprometidas com os aspectos ambientais e sociais, dentro outros assuntos inseridos na agenda do setor. Francisco Acuña, Principal Consultant – CRU; Henrique Ceotto, Sócio – McKinsey e Mingming Zhang, Analista Principal – da Wood Mackenzie, debateram também sobre a realidade e tendência dos preços do minério de ferro e de outros minerais. A mediação da palestra coube a Wilfred Theodoor Bruijn, CEO da Anglo American no Brasil e Presidente do Conselho do IBRAM (Instituto Brasileiro de Mineração).

Os impactos causados pela pandemia e pela guerra na Ucrânia estão promovendo uma discussão que envolve a cadeia de suprimentos de forma global. Baseado nisso, Francisco Acuña ponderou sobre a necessidade de buscar soluções para que as nações se tornem menos dependentes de outros países que atuam com commodities minerais. Ainda segundo Acuña, quase nunca se fala sobre quais são as fontes desses materiais. “A solução seria mesmo a mineração ou a reciclagem?”, questionou.

Outro tema abordado na palestra foi o grande impacto da produção de cobre na indústria de carros elétricos. “Os motores de carros híbridos possuem em torno de 20 kg de cobre em sua estrutura, enquanto nos 100% elétricos a quantidade de material usado corresponde a 80 kg. O cobre é matéria-prima importante para a fabricação de motores de carros elétricos e acredito que, futuramente, o Brasil também deverá seguir essa tendência da indústria automobilística mundial”, afirma Acuña.

Mingming Zhang reforçou que o atual cenário está impactado pela pandemia. Zhang também trouxe previsões de demanda e oferta do minério de ferro e do aço, dos custos e do cenário de “emissão zero”. Segundo ele, o processo competitivo gerado pelo que chamou de “revolução verde” afetará os preços dos minerais da economia mundial. “Grandes serão os desafios para a indústria do ferro e do aço com as emissões de zero carbono,” avalia

(Brasil Mineral)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.