Sexta, 19 de Agosto de 2022
Canaã dos Carajás Absurdo!

Golpe: Instagram de Josemira Gadelha sofre ataque virtual

10 mil contas falsas passaram a seguir o perfil pessoal da prefeita de Canaã. Ataque visa diminuir alcance e engajamento da gestora municipal. Golpe é simples e pode ser feito por qualquer um. Prefeita divulgou vídeo repudiando o ato

13/07/2022 às 20h41
Por: Kleysykennyson Carneiro
Compartilhe:
Golpe: Instagram de Josemira Gadelha sofre ataque virtual

A prefeita de Canaã dos Carajás, Josemira Gadelha, foi alvo de um ataque covarde às suas redes sociais nesta quarta-feira (13). O Instagram da prefeita municipal recebeu 10 mil seguidores falsos. Antes, a rede tinha 17 mil seguidores orgânicos conquistados ao longo dos últimos anos, agora, quem visita a rede social vai perceber que são 27 mil seguidores.

A princípio, ter mais seguidores em menos tempo parece até algo positivo. Afinal, se uma rede social ostenta um número de seguidores alto, é melhor para a pessoa divulgar suas ações, ideias e trabalho, correto? Não, está errado.

Ter milhares de seguidores falsos atrapalha e muito o engajamento de qualquer perfil. Especialistas em programação e marketing digital alertam para isso o tempo inteiro, visto que o algoritmo do Instagram entende que o engajamento de um perfil deve ser proporcional à quantidade de seguidores que possui.

No caso da conta pessoal da prefeita, são 10 mil seguidores que simplesmente não existem. Se não existem, não podem interagir com postagens. Aos poucos, o Instagram vai entender que o perfil perdeu relevância, vai deixar de recomendá-lo para outros usuários e o engajamento vai despencar até mesmo entre os seguidores antigos da conta.

O golpe, apesar de parecer inofensivo, é uma estratégia digital pensada para prejudicar. No caso de Josemira, que é capaz de comunicar todo o seu cotidiano de trabalho pelo perfil, a meta é diminuir esse alcance, atrapalhar a mensagem ao receptor final e, ao fim, reduzir a relevância política da gestora de Canaã.

Outro ponto importante é que o Instagram monitora frequentemente contas em busca de perfis falsos. Os fakes são excluídos e as contas que têm seguidores deste tipo podem acabar sendo excluídas permanentemente. Um prejuízo incalculável.

Por meio das redes sociais, Josemira divulgou vídeo repudiando a ação e informando que vai tomar providências para resolver a questão. Veja através deste link.

 

Quem pode ter feito o ataque?

A resposta para essa pergunta é simples: qualquer um. Sim, em posse de um cartão de crédito com bom limite e uma mente afiada para o terrorismo digital, qualquer pessoa, mesmo sem ter senha e login da vítima, pode comprar os seguidores falsos e enviá-los para a conta.

 

Este site cobra R$ 540,90 por 10 mil contas fakes

 

Este site acima, por exemplo, permite a compra de seguidores falsos. Como você pode ver, é possível escolher de onde serão os seguidores e a quantidade desejada. Este site cobra R$ 540,90 por 10 mil contas fakes.

Basta colocar o @ da pessoa e colocar o número do cartão de crédito. Seguidores são instantâneos

 

Aqui, como você também pode ver, pode ser digitado o @ do perfil, que é a identificação do Instagram. Após isso, basta digitar o número do cartão de crédito e é só esperar pela entrega do serviço.

A invasão das contas falsas no perfil é quase instantânea e a maldade está feita.

Essa não é a primeira vez que um perfil de Josemira é invadido. Ano passado, seu Whatsapp foi hackeado por criminosos. Na região, essa é a segunda vez que isso acontece com pessoas públicas. No mês passado, Keniston Braga foi alvo de ataque parecido e divulgou vídeo repudiando o ato.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.