Sexta, 07 de Outubro de 2022
Mineração Commodities

Mineração: Preço do minério de ferro deve subir nas próximas semanas

A Mysteel Research & Consulting, agência especializada em análise de preços de metais, prevê novas elevações do minério de ferro nas próximas semanas

08/06/2022 às 16h30
Por: Redação
Compartilhe:
Mineração: Preço do minério de ferro deve subir nas próximas semanas

A Mysteel Research & Consulting, agência especializada em análise de preços de metais, prevê novas elevações do minério de ferro nas próximas semanas. De acordo com a empresa, a perspectiva de melhora da economia da China deve incrementar o consumo de aço no país, impulsionando os preços do metal e da principal matéria-prima siderúrgica.

Nesta terça-feira (7), os contratos de referência do minério de ferro na Bolsa de Commodities de Dalian voltaram a subir após um recuo na véspera ter interrompido um rali de cinco sessões.

"Espera-se que os preços do aço na China se fortaleçam, impulsionados pelo sentimento de alta do mercado após a publicação do PMI de maio na semana passada e o aumento dos preços das matérias-primas", afirmou a Mysteel em relatório semanal.

Na semana passada, o Departamento Nacional de Estatísticas da China relatou que o PMI (sigla em inglês para o Índice de Gerentes de Compras) industrial do país atingiu 49,6% em maio, resultado que representa aumento de 2,2 pontos percentuais em relação a abril e acima da expectativa do mercado.

A previsão da Mysteel é de que "os preços do minério de ferro continuem subindo à medida que o consumo de aço está aumentando". "Além disso, os estoques portuários de minério de ferro da China caem para oito meses, com menos chegadas de transportadores de minério", acrescentou.

Outra questão observada pela agência que deve impulsionar as cotações do insumo é o fato de a taxa de utilização de altos-fornos de 247 usinas de aço chinesas crescerem e "se aproximarem de alto nível ano a ano", apesar de uma menor produção de aço bruto ser esperada com os escassos lucros do setor e cortes planejados na produção siderúrgica em Hebei, Shandong e Guangdong.

No caso do carvão metalúrgico, a Mysteel prevê que os preços podem "permanecer limitados", enquanto o coque deve manter estabilidade "como resultado do jogo entre coquerias independentes com lucros de produção negativos e siderúrgicas com lucros marginais".

"No longo prazo, o preço do coque será impactado principalmente pelo preço do carvão metalúrgico, já que a demanda downstream atingirá seu limite sob a diretiva de redução da produção de aço bruto", disse a empresa.

Já os preços da sucata de aço podem permanecer firmes, impulsionados pela recuperação do consumo de aço downstream e pelo sentimento de alta do mercado, apesar da queda nas margens das usinas de forno elétrico a arco.

 

(Fonte: Notícias de Mineração)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.