Terça, 17 de Maio de 2022
Opinião Opinião

COLUNA | Em Parauapebas, sobra dinheiro e falta vergonha na cara

A caminho de se tornar o 'prefeito mais brega do Brasil', Darci Lermen quer entrar para o Guinness Book com o maior churrasco do mundo. Com a grana que tem pra trabalhar pro povo, Darci tinha a obrigação de bater recorde mundial de geração de emprego e qualidade de vida

09/05/2022 às 16h53 Atualizada em 09/05/2022 às 18h16
Por: Kleysykennyson Carneiro
Compartilhe:
COLUNA | Em Parauapebas, sobra dinheiro e falta vergonha na cara

O tão falado costelão de Darci Lermen será realizado nesta terça-feira (10) em Parauapebas. Serão pelo menos 20 toneladas de carne assada ao melhor estilo gaúcho, fincadas no chão. Serão mais de 1200 costelões servidos ao povo, um deleite que deve garantir a Darci Lermen uma vaga no Guinness Book - o livro dos recordes mundiais. Na minha opinião, uma absurda tentativa de recuperar a própria imagem e entrar para a história com dinheiro público do jeito mais brega possível: apostando no gosto popular por comida boa e gratuita.

A propósito, Darci está a caminho de se tornar o prefeito mais brega do Brasil. Cheio dos desejos megalomaníacos de tornar Parauapebas uma "Dubai" - a cidade mais brega do mundo - e agora com a proposta indecente de fazer o maior churrasco do mundo, justo em uma das cidades mais desiguais do Pará, que já é um dos estados mais desiguais do Brasil. Compreender a cabeça de Darci, que está governando cassado graças a firulas na lei, é tarefa das mais difíceis. No entanto, é possível pensar um pouco sobre como sua mente trabalha nesse momento.

O prefeito de Parauapebas está encurralado. Parece estar sem amigos dentro da política, está queimado com a população e com graves problemas jurídicos. Há grande possibilidade que, ao fim de seu processo, a cassação do seu mandato seja consumada - motivo suficiente para perda de sono e tristeza. É possível perceber também, em seus discursos, que Darci está mais feroz, rebate comentários e se irrita com certa facilidade. Sintomas de que está sentindo a pressão do cargo.

No entanto, apesar de já não ter a força de antes, Darci tem uma das maiores máquinas públicas do Brasil a seu favor. Os cofres de Parauapebas não são para amadores e o prefeito-churrasqueiro adota estratégias de apelo popular. No aniversário do município mesmo, suporte para grandes shows, churrascão para dar e vender, viagem para Dubai e promessas de um futuro suntuoso para a Capital do Minério...

A estratégia de Darci é a velha ideia de "cair atirando". As balas, no caso, são os cifrões parauapebenses, que, por sinal, são muito. Além da carne, Darci vai gastar muita grana com churrasqueiros, cerca de 200, e garçons, cerca de 500. Ou seja, o povo vai poder comer do melhor e ainda ser servido na mesa que estiver. Sem dúvida, será um recorde. No entanto, com a grana que possui pra trabalhar, Darci tinha obrigação de bater recordes na geração de emprego, renda e qualidade de vida.

A estratégia de um mutirão de carne para as massas é, na minha opinião, falta de vergonha na cara. Não fosse os problemas com a justiça, os entraves na infraestrutura de Parauapebas, a pífia geração de emprego e renda, a tragédia da ineficiência em buscar alternativas econômicas para além do minério, o que fomenta violência desenfreada que toma conta do município, Darci não precisaria apelar para estratégias tão mequetrefes. 

No aniversário de Parauapebas, o povo não queria comer churrasco. O povo precisava de garantias de um futuro melhor, o que não acontece quando a gestão é ruim e, agora, mais do que ruim, está em ruínas. 

Não tem costelão no mundo que apazigue um governo tão ruim.

Prefeito Darci, em churrascos, um adulto come, em média, 400g de carne. Depois disso, está saciado. Depois disso, o cidadão vai voltar para casa e ver a buraqueira na própria rua. Por um punhado de carne, o cidadão não vai esquecer o que o senhor está fazendo em Parauapebas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias