Terça, 17 de Maio de 2022
Mineração Mineração

Faturamento com exploração mineral despenca em Canaã dos Carajás

Em relação ao mesmo período do ano passado, Canaã viu cair pela metade faturamento por exploração mineral. Entenda fatores que podem ter contribuído para a queda

27/04/2022 às 09h58 Atualizada em 27/04/2022 às 12h15
Por: Kleysykennyson Carneiro
Compartilhe:
Faturamento com exploração mineral despenca em Canaã dos Carajás

Que Canaã dos Carajás é a Capital Mundial do Minério de Ferro, todos estão cansados de saber. Todo mundo sabe também que o ferro mais puro do planeta é extraído daqui, que há demanda pelo minério em todo o globo e que a Terra Prometida é um dos municípios com maior potencial de exploração mineral do planeta.

O que muita gente não sabe é que 2022 não está sendo um ano tão bom assim para a balança comercial de Canaã. Tudo porque o faturamento com a exploração mineral despencou em relação ao mesmo período do ano passado, conforme dados levantados pela Agência Carajás de Notícias. 

Entre janeiro e abril de 2022, Canaã dos Carajás faturou pela exploração mineral R$ 7,150 bilhões. O valor arrecadado é mais que o suficiente para que Canaã se consolide como o segundo maior município mineral do Brasil, atrás somente de Parauapebas e bem a frente de Marabá. O que preocupa, no entanto, é que o faturamento do primeiro quadrimestre de 2021 é o dobro desse valor.

O ritmo mais lento de arrecadação não é apenas em Canaã, mas em todos os municípios de exploração mineral do Pará. Parauapebas, por exemplo, havia arrecadado mais de R$ 20 bilhões nos quatro primeiros meses de 2021; agora, "apenas" R$ 9,471 bilhões. A desaceleração no faturamento, inclusive, pode fazer com que o Pará perca o posto de estado que mais ganha dinheiro com commodities minerais - Minas Gerais, que perdeu este posto em 2019, faturou apenas R$ 2 bilhões a menos que o Pará e pode voltar ao primeiro lugar em julho, se o ritmo se mantiver.

Há fatores que explicam essa queda: Atrasos no licenciamento de novas minas na Serra Norte, presença de jaspilito na Serra Sul, instalação de britadores, interrupção em linha de processamento do jaspilito, além do impacto das fortes chuvas, o que levou até mesmo a interrupção da circulação sobre a Estrada de Ferro Carajás (EFC).

Veja abaixo o ranking dos municípios que mais arrecadam:

 

(Com informações da Agência Carajás - blog do Zé Dudu)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias