Quarta, 29 de Junho de 2022
Política Política

As aventuras de carnaval do sheik Darci Lermen em Dubai

Na capital mundial da breguice e da ostentação, Darci Lermen e Keniston Braga passam o carnaval e esbanjam grana pública

28/02/2022 às 10h11 Atualizada em 01/03/2022 às 18h27
Por: Kleysykennyson Carneiro
Compartilhe:
As aventuras de carnaval do sheik Darci Lermen em Dubai

O prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, o secretário de Governo, Keniston Braga, e mais dois servidores públicos do município estão vivendo dias felizes de carnaval na capital mundial da breguice e da ostentação, Dubai. Desde a última sexta, os líderes políticos passeiam pela cidade dos bilionários usando a desculpa de "conhecer novas tecnologias de ponta em diversas áreas de interesse para Parauapebas". Para a aventura de conhecer novas tecnologias: 10 dias e quase R$ 200 mil para os cofres públicos do Peba.

As aventuras de Darci e seu comparsa, por coincidência, estão acontecendo durante o carnaval. Aliás, começou antes da festa da carne e vai bem além da quarta-feira de cinzas. Vale destacar que a viagem de ostentação foi autorizada pela Câmara de Parauapebas e João do Verdurão, o vice, atua como prefeito em exercício desde sexta-feira.

Só Darci recebeu, para a viagem, R$ 27.050, dinheiro suficiente para pagar metade de um carro popular, fazer uma boa reforma em uma residência ou garantir 300 cestas básicas na Capital do Minério. Dubai é uma das cidades mais caras do mundo para visitantes e para quem mora lá. Todos os meses, multidões de curiosos e megalomaníacos vão à cidade para ver de perto as supostas maravilhas que o dinheiro árabe pode pagar. 

Na manhã desta segunda-feira (28), Darci postou um vídeo em suas redes sociais falando que este é mais um dia de muito trabalho nos Emirados Árabes. "Não estamos aqui pulando carnaval e com certeza eu vou levar grandes investimentos para a nossa cidade para gerar emprego e gerar renda, ao contrário do que muita gente tem falado aí."

O absurdo parece não agradar a população de Parauapebas, que sofre com uma cidade que não se sustenta, que padece com a falta de infraestrutura básica. A ideia de Darci talvez seja fazer de Parauapebas uma filial da brega Dubai, mas antes precisa resolver problemas básicos, que parecem longe de uma solução.

O delírio do sheik Darci não tem lastro nenhum, não empolga seu povo e depende de dinheiro público para acontecer. Quase R$ 200 mil para visitar Dubai em pleno carnaval não seria abusar e subestimar a inteligência dos parauapebenses?

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.